Alimentos que ajudam a dormir melhor

Diga adeus para aquelas noites mal dormidas, em que mesmo com sono ficamos virando de um lado para o outro da cama. Tchau tchau para aquele sono em prestação, que te faz acordar diversas vezes durante a noite. Bye bye para noites em claro, sem pregar os olhos. Não há insônia que resista a uma alimentação saudável.

Confira algumas dicas de alimentos que influenciam na qualidade do sono e te ajudam a dormir melhor:

Aveia: é um dos poucos cereais com melatonina, um hormônio importante para estimular o repouso.

Leite: essa dica é clássica. Tomar um copo de leite quente uns 30 minutos antes de dormir ajudará a relaxar, por conter triptofano, um aminoácido que regula os níveis de serotonina no cérebro. Ele diminui a atividade do organismo e contribui para o relaxamento do corpo. Não é que a mãe e a vovó estavam certas?

Mel: aumentar o açúcar no sangue pode reduzir a produção de orexina, um neurotransmissor que tem sido ligado à insônia em estudos recentes. Que tal turbinar o leite quente com uma colher de mel?

Chá de camomila: outro clássico. Não contém cafeína e tem um efeito calmante sobre o corpo.

Cereja: a fruta é outra fonte de melatonina. Pode ser consumida in natura, como sobremesa, ou em forma de suco durante o jantar.

Couve: composta por magnésio, essa verdura atua no relaxamento muscular.

Alface: também rica em triptofano, pode ser consumida na última refeição do dia em saladas, ou até na forma de chá ou suco.

Chocolate amargo: o doce contém serotonina, que relaxa a mente e o corpo. Porém, lembre-se que somente a versão amarga tem esse efeito.

 

 

 

 

Woman photo created by freepik – www.freepik.com

Doenças que chegam com a primavera

A época do ano que as flores desabrocham pode ser linda demais, mas também tem seus inconvenientes. Junto com a primavera, chegam algumas doenças que a mudança de temperatura e a polinização das flores, entre outros fatores, podem provocar. Confira abaixo algumas desses problemas sazonais e também dicas pra curtir a primavera com mais saúde e disposição.

Conjuntivite: o pólen das flores pode causar irritações nos olhos. Mantenha sempre os olhos limpos e lave eventualmente com soro fisiológico.

Rinite alérgica: o pólen é vilão aqui também, irritando as vias aéreas, e recebe um nome específico: febre do feno. As mudanças climáticas também colaboram com irritação nas mucosas nasais e na garganta. O melhor é beber muito líquido, como água e sucos de frutas naturais.

Catapora, rubéola e sarampo: primavera é a época que esses vírus começam a se proliferar, já que o clima começa a esquentar, e as infecções ficam mais frequentes. A dica é vacinação, principalmente das crianças.

Dengue: ah o mosquitinho maldito que adora um tempinho mais quente! O verão é top pra ele, mas na primavera é que os primeiros casos tendem a surgir, principalmente nas regiões mais chuvosas. Aqui, o que vale é não deixar água parada, prontinha pra receber o mosquito.

Alergias: elas podem se manifestar de diversas formas, como coceiras na pele, olhos vermelhos… Sentiu algo diferente? Corre pro médico e tome medicação antialérgica para controlar esse mal que, em casos graves, podem causar fechamento da garganta ou até parada respiratória.

Asma: a mudança do clima pode estimulá-la, causando falta de ar, tosse, chiado ao respirar e um cansaço infernal.

 

 

 

 

Background photo created by kotkoa – www.freepik.com

A primavera está aí!

A estação mais florida do ano chegou! O clima já fica mais ameno, as janelas e as cortinas podem ser abertas mais frequentemente para que a luz e a ventilação natural preencham o lar. As roupas ficam mais leves e coloridas, mudando daquele tom sóbrio e cinzento que os dias frios promovem.

A primavera é a época ideal para dar uma geral no guarda-roupa, tirando as peças, lavando e ventilando aquelas com cheirinho de guardado, deixando as de verão e meia estação com mais fácil acesso. Isso vale para os calçados também. Aproveite para separar aquilo que não foi ou que não será utilizado. Pratique uma boa ação: doe para quem precisa. Durante o ano todo, diversas entidades e eventos facilitam esse processo.

Essa época é inspiração, com suas cores, perfumes no ar e uma esperança de renascimento que vem com as flores desabrochando. O escritor Carlos Drummond de Andrade já havia sentenciado: “uns a nomeiam primavera. Eu lhe chamo estado de espírito”.

A primavera também favorece um contato maior com a natureza. Passeie bastante, reúna a família em atividades ao ar livre, ande de bicicleta, dê uma caminhada no parque. Receba a primavera de braços abertos!

 

 

 

 

Background photo created by kjpargeter – www.freepik.com

Benefício dos exercícios físicos durante a gestação

Gravidez é um lindo período na vida de uma mulher e que não significa abandonar os exercícios físicos. Bem pelo contrário: um estudo recente aponta a capacidade dessa atividade melhorar a função da placenta, que é responsável por transferir nutrientes e oxigênio da mãe para o bebê.

Os resultados da pesquisa mostraram que a atividade física proporcionava redução na carga de gordura e de glicose no sangue, além de liberar substâncias anti-inflamatórias que melhoram o metabolismo da mulher e a formação da placenta. Essa é mais uma comprovação de que exercícios, quando bem orientados, só podem fazer bem a todos.

As práticas mais seguras durante a gravidez são a caminhada, por ser um exercício de baixo impacto que, em contrapartida, melhora a circulação sanguínea e fortalece as pernas e a pelve, e a hidroginástica, já que movimenta todos os músculos do corpo. Um bom alongamento também não está fora de consideração, pois trabalha a oxigenação dos músculos, promove relaxamento e, principalmente, previne dores lombares.

A atividade física ajuda a afastar problemas que ameaçam a gestação, como diabetes, depressão e pré-eclâmpsia. Ainda assim, é bom lembrar que se deve evitar jogos em equipe, como futebol e basquete, pra ninguém acabar dando um encontrão na futura mamãe. Também evite ciclismo, já que uma queda não seria nada recomendável, e mergulho, pois o bebê pode ser prejudicado pela pressão no fundo das águas.

 

 

 

 

 

Baby photo created by freepik – www.freepik.com