Ninguém gosta de viver no meio da bagunça, sem conseguir encontrar o que precisa principalmente naquele momento em que está com pressa. É preciso dedicar um tempo para parar, respirar fundo e organizar a confusão, transformando seu armário em um espaço onde, sim, todas suas coisas são encontradas facilmente. A personal organizer Marli Martins nos passou algumas dicas de como realizar esta façanha.

  • Cultive o desapego: não usa mais? Doe. Não gosta mais? Descarte. Não faz sentido acumular o que não te traz felicidade. O primeiro passo é começar avaliando e experimentando as roupas. Separe aquelas para consertos, para as outras diga adeus.
  • Planejamento: confira o espaço do guarda-roupa. Se não tem espaço para visualizar todas as peças, priorize por uso: deixe as roupas de festa na parte mais alta do armário, assim como no verão, guarde lá as roupas de inverno e vice-versa.
  • Atenção às meias, peças íntimas e pijamas: guarde em gavetas. Se preferir, pode utilizar aqueles divisores que parecem colmeias ou caixinhas, separando e ajudando a manter a organização.
  • Existem maneiras de otimizar o espaço aprendendo novas maneiras de dobrar as roupas: por exemplo, pijamas podem ser sobrados na forma “envelope”, que deixa as duas peças juntas e fáceis de encontrar.
  • O “envelope” vale também para as calcinhas: veja abaixo uma maneira interessante de dobrar a peça íntima, aproveitando melhor o espaço da gaveta.
  • Separe e categorize suas roupas por itens: agrupe as blusas de manga longa, de manga curta, regatas, camisas, calças, casacos, fitness, biquínis.
  • Sapatos e bolsas precisam de um lar organizado: para ganhar espaço nas prateleiras, coloque um par na frente do outro. Bolsas e carteiras podem também dividir as prateleiras, senão utilize caixas organizadoras.
  • Acessórios também gostam de bagunça: praticidade é a palavra-chave para estas peças, sejam lenços, cintos ou bijuterias. Caixinhas com divisórias, cestos e ganchos fazem o serviço. 

    Para Marli, bem-estar é se sentir bem onde se vive, e um ambiente organizado promove qualidade de vida. E nós aqui concordamos!

1 Comentário

Escrever um comentário