Uma maneira diferente de reunir amigos e familiares, seja para comemorar alguma data especial ou somente para um encontro informal, pode ser realizando um brunch. Com origem na Inglaterra e tradicional nos Estados Unidos, seu nome vem da união das palavras breakfast (café da manhã) e lunch (almoço), o que já indica o período do dia em que é realizado: inicia no final da manhã, por volta das 11h, e não tem hora definida para acabar, podendo se estender pela tarde toda.

Pegamos algumas dicas com a cerimonialista Marta Michelon sobre os detalhes mais importantes para realizar um brunch memorável, onde todos terão um agradável momento. Confira!

  1. ALIMENTAÇÃO DIFERENCIADA: a fartura não é só permitida como incentivada, agradando diversos paladares. São servidos pratos típicos de café da manhã, como ovos benedict, bacon, omeletes, pães, frutas, frios e queijos. Mais próximo ao meio-dia, a refeição é reforçada por saladas variadas, carnes mais leves como salmão e rosbife, risotos, massas e até cremes e sopas se o tempo estiver mais friozinho. Abrasileirando o menu, podem ser servidos rabanadas e tapiocas, por exemplo. As sobremesas normalmente são tortas, bolos, biscoitos e cheesecakes. Bebidas a serem servidas vão do café, que não pode faltar, até uma grande diversidade de sucos, chás e, mais adiante na festa, espumante.
  2. ESCOLHA DO AMBIENTE: uma área externa é sempre bem-vinda. Se não for possível fazer ao ar livre, é importante priorizar um ambiente bem iluminado pela luz natural e arejado. Na decoração, a delicadeza é quem manda, com detalhes alegres com um toque de suavidade. Nas mesas, toalhas e arranjos graciosos de flores, em tons leves, sugerindo um clima que lembre jardim.
  3. DATAS IDEAIS: é indicado que o brunch seja realizado no final de semana – no sábado ou, preferencialmente, no domingo, como é tradicional em outros países. A intenção é unir boa gastronomia e aproveitar momentos de lazer com seus queridos.
  4. COMEMORAÇÕES: esta pode ser a opção ideal para quem quer celebrar alguma data festiva de maneira mais informal. Vale tanto para casamentos diurnos, batizados e aniversários quanto para eventos empresariais. O importante é a confraternização, não é mesmo?
  5. MÚSICA PARA OS SEUS OUVIDOS: Na sonorização do ambiente, a seleção musical faz toda a diferença. Escolha músicas suaves e alegres, harmonizando a festa e permitindo a conversa entre os convidados. Música ao vivo também é uma boa pedida. Em determinado momento da festa, pode haver apresentação de um lindo som de violino, piano e uma voz delicada, por exemplo. Este é o momento para distrair um pouco os convidados e oferecer outra atração e revigorando o brunch.

Escrever um comentário