Um marco na vida de toda menina, o primeiro sutiã deve ser escolhido depois de pensar direitinho qual é o melhor modelo. As jovens devem adquirir algo confortável, já que precisam se acostumar a usar esse acessório que, muito provavelmente, fará parte da sua vida e do seu guarda-roupa pra sempre. Normalmente, esse momento chega na vida entre os oito e 13 anos, e é comum que um seio se desenvolva antes do outro ou que a região fique dolorida.

Os modelos mais indicados seguem sendo os confeccionados em algodão ou microfibra, que além de serem leves e macios, ainda ajudam a pele a respirar. O tamanho ideal é aquele que não aperta, mas também não fica folgado. Se apertar, o sutiã pode causar problemas circulatórios, dores na coluna e até problemas nos seios.

Há ainda opções com bojo, que oferecem um visual mais modelado e também colaboram com a sustentação. Não há nenhum problema em usar uma peça com esses detalhes, desde que não incomode e não deixe a criança ou adolescente desconfortável. A sugestão é procurar um modelo sem enchimento.

De acordo com a Presidente do Comitê Cientifico sobre Adolescência da Sociedade de Pediatria do RS, Lilian Day Hagel, o significado de usar a peça deve ser analisado. A “adultização” e sexualização precoce das meninas devem ser evitadas, lembrando que o sutiã não é o que a transforma em uma mulher, e observar se ela quer parecer mais velha. É essencial que toda criança passe pela infância de maneira sadia e em seu tempo correto, sem preocupações adultas demais e fora do contexto para sua idade.

O primeiro sutiã (e o segundo, o terceiro…) você encontra na Pellin Lingeries. Venha conhecer nossas opções de sutiãs e conjuntos juvenis.

sutia-juvenil

Escrever um comentário