Os filhotes se preparando para o retorno às aulas, mais brincadeiras, conhecimento e amiguinhos para enriquecer o dia. Neste momento, os pais tem outra preocupação: manter sua criança saudável e pronta para poder desfrutar direitinho de todas essas oportunidades. Para tanto, é ideal cuidar muito bem do lanche que ela leva para a escola.

Para contornar a correria do dia a dia, temos algumas dicas aos papais e às mamães na hora de montar uma lancheira saudável e nutritiva. E lembre-se: a cultura da boa alimentação vem de casa. Seja o bom exemplo para a refeição saudável de sua criança.

Planejamento: Uma facilidade é preparar alguns alimentos com antecedência, podendo congelar outros. Inclua os pequenos no preparo, deixando-os orgulhosos de terem participado do preparo do seu próprio lanche.

Na temperatura certa: Uma excelente aliada são as lancheiras térmicas, já que permitem um melhor acondicionamento de alimentos que necessitem de refrigeração como, por exemplo, iogurtes.

Presença obrigatória: Sempre coloque uma fruta na lancheira, lembrando de não optar sempre pela praticidade da maçã ou da banana. Varie com outras frutas picadinhas em um pote, como morango, manga, melão ou melancia, por exemplo.  Assim, a criança não enjoa.

Sobrou da janta: Cozinhou milho e sobrou? Raspe a espiga e coloque num potinho. Vale também para tomate-cereja ou cenoura, por exemplo.

Troca justa: Bisnaguinhas são legais porque são pequenas e a criançada curte. Que tal substituir por alternativas saudáveis, como pãezinhos de cenoura ou de mandioca? Pode prepara-los com patês bem fáceis de fazer em casa: usando ricota, queijo cottage ou cream cheese como base, coloque no processador com seus ingredientes favoritos, como atum, cenoura, salsinha… Use a criatividade! Estes patês podem ser armazenados até cinco dias se mantidos na geladeira em potes bem vedados.

Beliscando: As sugestões aqui são frutas desidratadas, castanhas, nozes e cereais sem açúcar. Coloque num saquinho ou pote fechado e voilá!

Formiguinha: Que tal uma fatia de bolo? Pode ser de cenoura, limão, coco, laranja e até de chocolate (mas utilizando cacau em pó). O importante é, no preparo, substituir parte da farinha de trigo refinada por integral, aveia ou biomassa de banana verde. O Açúcar comum pode dar lugar ao mascavo.

Fuja: Esqueça alimentos processados e embutidos. Eles apresentam muitos conservantes, corantes, realçadores artificiais de sabor e uma quantidade enorme de sódio. Evite ao máximo!

Na garrafinha: Sempre coloque uma garrafinha de água na mochila da criança. É a melhor forma de matar a sede. Se preferir suco, opte pelos naturais, preferencialmente armazenados e transportados em garrafas térmicas: eles perdem suas propriedades e vitaminas em média três horas após o preparo. Outra opção são sucos de polpa, suco de uva integral e água de coco pasteurizada.

Escrever um comentário