O atual cenário financeiro não é dos mais favoráveis, com indústria e comércio fechados ou voltando lentamente às atividades, sem contar os autônomos. Muitos profissionais estão impedidos de exercer seu trabalho de maneira normal, o que afeta nos rendimentos da casa. Confira algumas atitudes essenciais para manter a saúde financeira.

O primeiro passo é analisar as despesas e cortar gastos desnecessários, deixando crédito livre para gastos essenciais. Por isso, por mais que aquelas promoções pareçam imperdíveis, fazer muitos de parcelamentos de roupas e eletrônicos, por exemplo, não é o ideal em momento de crise. Ter crédito é algo que ajuda muito, mas é necessário utilizá-lo de maneira responsável e com muito planejamento.

Não faça estoques, compre apenas o necessário e compartilhe o que for possível. É hora de fazer uma economia colaborativa, ou seja: se você tem potes de álcool gel sobrando, compartilhe com o vizinho. Se você mora próximo de pessoas idosas, ofereça-se para ajudar nas compras do supermercado. O momento é de união, de ajudar o próximo, evitar fazer estoques e comprar só o que for preciso realmente. Isso é mais do que finanças, é empatia também.

Para os trabalhadores autônomos, a dica é negocie com os clientes o recebimento adiantado pelos serviços e vá remarcando as datas. Assim, você continua ganhando dinheiro para pagar as contas fixas e, quando a crise passar, você presta o serviço acordado.

 

 

 

Business photo created by jcomp – www.freepik.com

Escrever um comentário