Para aqueles dias em que a ansiedade e o estresse batem forte, separamos algumas dicas para relaxar e se sentir melhor. Segundo um estudo desenvolvido por uma companhia de seguros de saúde, alguns dos métodos mais procurados para aliviar essa carga pesada são praticar esportes, conversar com amigos e família, dormir mais ou cultivar um hobby.

Mas e naquele momento de tensão, onde o coração bate mais rápido, a pressão sanguínea aumenta, a respiração fica mais acelerada? Confira abaixo algumas técnicas que podem ser empregadas a qualquer hora, relaxando de imediato.

1. Respiração diafragmática
A recomendação é fazer entre cinco e 10 inspirações e expirações abdominais, de modo lento e profundo, a partir do diafragma. Respire pelo nariz e expulse o ar pela boca, e concentre-se em esvaziar completamente os pulmões antes de inspirar novamente.

2. Relaxamento muscular progressivo
Essa técnica consiste em aprender a reduzir a tensão muscular realizando exercícios de tensão, pouco intensos e breves, e de relaxamento, mais longos. O processo é dividido em três fases. Na primeira, deve-se contrair e relaxar os músculos da cabeça aos pés, começando pelo rosto, seguindo pelo pescoço e os ombros, que devem ser tensionados e distendidos três vezes, nesta ordem: testa, olhos, nariz, boca, língua, mandíbula, lábios, nuca, pescoço e ombros.
Depois, contraem-se os braços e as mãos, alternadamente. As pernas são alongadas (também de modo alternado), levantando-as e percebendo a tensão muscular; em, seguida, as costas, colocando os braços em cruz e levando os cotovelos para trás; o tórax, inspirando e retendo o ar por alguns segundos; e o abdômen e a cintura, tensionando e distendendo os músculos do estômago e dos glúteos.
Na segunda fase, repasse mentalmente cada uma das partes do corpo trabalhadas, para sentir como relaxaram. Na terceira, permita-se trazer pensamentos relaxantes para si.

3. Visualização positiva
A ideia é direcionar a concentração para imagens positivas e agradáveis, pensando em situações que gostaríamos de viver ou lembrando momentos felizes do passado, exercitando a imaginação. Que tal recorrer aos sentidos? Tente imaginar o cheiro, o tato e os sons da cena.

4. Rir e sorrir
Essas duas atitudes contribuem para a liberação de dopamina, endorfinas e serotonina. A ideia é que essas biomoléculas relaxem o corpo, reduzam o ritmo cardíaco e diminuam a tensão arterial. Em especial, as endorfinas contribuem para acalmar a dor e a serotonina atua como antidepressivo.

 

 

 

 

People photo created by snowing – www.freepik.com

Escrever um comentário